domingo, 21 de dezembro de 2014

sábado, 20 de dezembro de 2014

Pernambuco tem 13 instituições reprovadas pelo MEC


Das 58 instituições de Pernambuco avaliadas em 2013 pelo Ministério da Educação (MEC), 14 foram reprovadas. A análise divulgada nesta quinta-feira (18) do Diário Oficial da União (DOU) avaliou instituições de todo o País, levando em consideração o Exame Nacional de Avaliação de Desempenho dos Estudantes (Enade), além de a qualidade da infraestrutura, do projeto pedagógico e do corpo docente.

O Índice Geral de Cursos (IGC), que considera todos os cursos da instituição, gera uma pontuação entre 1 e 5. As instituições que receberam conceito 1 e 2 têm desempenho considerados "insatisfatórios", ou seja, são reprovadas. As faculdades e universidades que receberem pontuação baixa duas vezes consecutivas podem sofrer punições que podem chegar até a suspensão dos cursos oferecidos.

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE FLORESTA | NOTA 2

FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE SERRA TALHADA | NOTA 2

FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE BELO JARDIM | NOTA 2

FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE ARARIPINA | NOTA 2

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS E SOCIAIS DE PETROLINA | NOTA 2

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE GOIANA | NOTA 2

FACULDADE DE ENFERMAGEM DE BELO JARDIM | NOTA 2

FACULDADE SANTA HELENA | NOTA 2

FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE | NOTA 2

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE RECIFE | NOTA 2

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DO RECIFE | NOTA 2

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DE ARARIPINA | NOTA 1

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS DO CABO DE
 SANTO AGOSTINHO | NOTA 1

Do NE10

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Brasileiro passa mais tempo na internet que vendo TV

Foto: Divulgação
A televisão ainda é o principal meio de comunicação no Brasil, mas os brasileiros já passam mais tempo navegando na internet que na frente da TV. A informação está na Pesquisa de Mídia Brasileira 2015, divulgada nesta sexta pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

De acordo com a pesquisa, os brasileiros passam, em média, 4 horas e 59 minutos por dia usando a internet nos dias de semana e 4 horas e 24 minutos/dia nos fins de semana. Já a média de tempo assistindo a TV é de 4 horas e 31 minutos/dia nos dias de semana e 4 horas e 14 minutos aos sábados e domingos.

“A diferença ainda é pequena, mas mostra uma tendência importante e que deve ser analisada. O tempo [de uso das redes] dá um parâmetro de como o brasileiro está migrando de forma consolidada para os meios de comunicação digitais”, avaliou o ministro da Secom, Thomas Traumann.

De acordo com a pesquisa, a internet é o terceiro meio de comunicação mais utilizado pelos brasileiros, atrás da TV e do rádio e à frente dos jornais e revistas. O levantamento, que ouviu 18 mil pessoas e traçou um perfil do consumo de informações nas diferentes mídias, apontou que 43% dos brasileiros usam a rede como meio de comunicação.

Entre os usuários da internet no Brasil, 76% acessam a rede todos os dias. O pico de uso é às 20h, tanto nos dias úteis quanto nos fins de semana. De acordo com a pesquisa, 67% acessam a rede em busca de informações ou notícias, mesmo percentual dos que dizem entrar na internet para buscar entretenimento (pergunta de múltiplas respostas).

Em relação ao grau de confiança no meio, 27% dizem confiar “sempre ou muitas vezes” nas notícias da internet, ante 58% de confiança nos jornais e 54% na televisão. A pesquisa da Secom revela que uso da internet é mais influenciado pelas características sociodemográficas que os outros meios de comunicação. “Renda e escolaridade criam um hiato digital entre quem é um cidadão conectado e quem não é. Já os elementos geracionais ou etários mostram que os jovens são usuários mais intensos das novas mídias”, disse Traumann.

Entre os jovens com até 25 anos, 63% acessam a internet todos os dias. O percentual cai para 4% na faixa etária de 65 anos ou mais. No recorte por renda, a pesquisa constatou que entre os que têm renda familiar superior a cinco salários-mínimos, 76% acessam a internet pelo menos uma vez por semana. Por outro lado, entre os que têm renda familiar até um salário-mínimo por mês, 20% acessam a internet com a mesma frequência.

O grau de escolaridade também influencia a frequência de acesso à rede: apenas 8% dos entrevistados que estudaram até a 4ª série acessam a internet pelo menos uma vez por semana, percentual que aumenta para 87% entre os que têm ensino superior.

A Secom identificou baixo nível de participação dos internautas em consultas públicas, fóruns, enquetes e outros canais de participação promovidos pelo governo em plataformas online. “É baixo o contato direto entre o cidadão e governos ou instituições públicas. Apenas 25% dos usuários entraram em contato por e-mail, formulários eletrônicos, chats, redes sociais, fóruns de discussão ou de consultas públicas nos últimos 12 meses”, de acordo com o levantamento.

A pesquisa também constatou baixos percentuais de grau de conhecimento dos usuários da internet sobre as formas oficiais de comunicação do governo federal na web: o Portal Brasil, o site do Palácio do Planalto e o Blog do Planalto). Na pergunta estimulada, 77% dos entrevistados responderam que não conhecem o Portal Brasil “mesmo que só de ouvir falar” e 81% não conhecem o site do Palácio do Planalto. O Blog do Planalto é ainda mais desconhecido, com 85% de respostas negativas.

Segundo Traumann, o levantamento é a maior pesquisa de mercado sobre o tema e é importante para que o governo defina estratégias de comunicação e publicidade. “Temos obrigação legal e formal de usar os recursos da melhor forma, da forma mais eficiente, isso é fundamental para a nossa estratégia de comunicação”. ponderou.

Da Agência Brasil

Prefeitura já começa a identificar boxes "abandonados" no pátio da feira em Serra Talhada


Dando cumprimento a tudo que foi acordado na última reunião com Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e a Associação de Comerciantes do Pátio da Feira, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Serra Talhada, já começou o trabalho de identificação dos espaços, fechados e abandonados, que, conforme disse o Chefe de Gabinete do Prefeito Luciano Duque, Rafael Oliveira, respondendo também pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, "muitos servindo apenas para depósito de objetos imprestáveis".

A prefeitura está tentando localizar os proprietários para definir-se quanto ao uso dos espaços, no caso dos mesmos não serem localizados, o espaço será desocupado pela Prefeitura e colocado a disposição para alocar comerciantes que estão negociando na área interna do Pátio.

"Já começamos a desocupar alguns e a ação vai continuar até mais ou menos o dia 20 de janeiro. Até lá queremos já está com tudo definido para então cadastrarmos e levar-mos para dentro do pátio todo comércio que se pratica no seu entorno, acabando em definitivo esta concorrência desleal, conforme nos solicitaram", declarou Rafael.

De acordo com o Chefe de Gabinete, são cerca de 100 comerciantes que estão irregulares fora do Pátio, "alguns já possuem espaço na área interna, estes terão que voltar ou perdem o espaço, outros não tem, vamos disponibilizar para eles os espaços que existem e que estão irregulares", explicou ele.

Todos aqueles que possuem boxes no Pátio da Feira e que não estão fazendo uso dos mesmos devem procurar a Secretaria o quanto antes, para fazerem o recadastramento e pagarem as taxas que estão em atraso e providenciarem sua ocupação.

Também, informa Rafael Oliveira, já entrou em vigor a proibição de estacionamento e circulação de motos e bicicletas dentro do Pátio, tal medida também ficou acordado com o MPPE e visa evitar acidentes e também dar mais mobilidade aos usuários do espaço, o não cumprimento da determinação poderá acarretar em multas e até mesmo na apreensão do veículo, acredita o Chefe de Gabinete que a qualquer momento o Detran, juntamente com o STTRANS estarão efetuando blitz no local.

"A finalidade de todas estas ações é proporcionar um ambiente mais favorável tanto para os permissionários como para os usuários, e estamos procurando atender suas reivindicações na retirada do comércio externo, pois consideramos válida a reclamação, é assim que acreditamos que as coisas devam acontecer, em via de mão dupla, com participação do Governo Municipal e da população", finalizou Rafael.

Da Assessoria de Imprensa da PMST

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Inscrições abertas para seleção de estagiários de nível médio do MPPE. Tem vagas para Serra Talhada


As inscrições para o Programa de Estágio de Nível Universitário e Médio do Ministério Público de Pernambuco (PENUM/MPPE) já estão abertas, através do site do órgão(http://www.mppe.mp.br/penum/). A Promotoria de Justiça de Serra Talhada dispõe de 02(duas) vagas, sendo 01(uma) para o turno da manhã e 01(uma)para o turno da tarde, mais formação de cadastro de reserva. As inscrições são gratuitas e vão até o dia 12 de janeiro.

O estágio consiste em quatro horas diárias no turno complementar às aulas e terá duração total de um ano, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. Os escolhidos receberão uma bolsa de 80% do salário mínimo, além de auxílio-transporte e férias remuneradas.

Para participar, o interessado deve ter no mínimo 16 anos e estar matriculado na primeiro ou segundo ano do ensino médio em escolas conveniadas ao MPPE que aderiram ao programa. Aqui em Serra Talhada poderão participar alunos do Colégio de Aplicação, Escola Nova Geração e de todas as Escolas Estaduais da Rede Pública de Ensino Médio Regular. A seleção consistirá de uma prova com 20 questões objetivas de português e atualidades, e a previsão é que ela aconteça no dia 22 de março em Serra Talhada.

O MPPE prevê que o resultado final do até o dia 10 de abril e a semana de entrega da documentação vai de 13 a 24 do mesmo mês. Ainda em abril, os aprovados vão iniciar o estágio nas sede das Promotorias de Justiça da 14ª Circunscrição (Serra Talhada).

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Moradora de Floresta no Sertão de Pernambuco, mulher de 104 anos revela segredo da longevidade

Foto: Elvis de Lima/NE10
É numa casa de taipa no interior de Pernambuco, no Sertão nordestino brasileiro, que vive Maria Francisca da Conceição, de 104 anos. Desde que nasceu, em 1910, no município de Floresta, a 433 km da capital pernambucana, ela sobrevive à seca e ao calor característicos da região. As mãos calejadas e a pele enrugada revelam o sofrimento que esta mulher passou para plantar e colher os frutos de uma pequena fazenda.

Sobrinha de segundo grau de Lampião, Maria foi acostumada a comer cheléu assado com rapadura durante longas secas. "O segredo da vida é comer macambira e cheléu [xique-xique]. Hoje em dia as pessoas comem veneno [agrotóxicos]. Antigamente as roças não eram feitas como agora", lamenta. A macambira e o xique-xique são plantas típicas do Sertão. Maria batalhou bastante para conseguir criar os filhos e conta que seu maior medo é mordida de cobra e cachorro. "Eu passei muita fome no passado. Mesmo assim, tive 10 filhos, e criei nove, porque um deles já nasceu morto". Com simplicidade, ela não se envergonha de dizer que faz as necessidades fisiológicas no "mato".



Católica devota de Nossa Senhora, os momentos de diversão desta mulher centenária sempre foram a dança chamada por ela de "samba", mas que na verdade era o conhecido forró de Luiz Gonzaga. Mesmo com a idade avançada, até hoje ela conta não ter nenhum problema grave de saúde. O mais curioso é que ela já fuma caximbo há cerca de 50 anos. Segundo ela, não tem grandes sonhos na vida, mas quer a felicidade e sucesso dos filhos.

Foto: Elvis de Lima/NE10
A nora de Dona Maria, Celina Antônia de Barros, 51 anos, e o neto dela, Edmilson Severiano, 22, são quem cuidam da casa e colaboram com o sustento. Celina lamenta não poder fazer plantações devido à seca que atinge a região nos últimos anos. Segundo ela, a caixa d'água de plástico instalada ao lado da residência foi essencial para este momento de estiagem. "O carro pipa abastece a caixa e dá pra gente beber durante um bom tempo", explica Celina.

Do NE10


Postagens mais antigas → Início